Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Sentidos do Turismo é uma iniciativa do Centro de Pesquisa-Ação em Planejamento Turístico da UFMG – CEPLANTUR. Criado em 2001, o CEPLANTUR é um espaço dedicado à elaboração e desenvolvimento de projetos de pesquisa que privilegiam o caráter integrador e não uniformizante do estudo do turismo. Esse órgão tem contribuído diretamente ao apoio à pesquisa e extensão realizadas no âmbito do Curso de Turismo, do Departamento de Geografia do IGC/UFMG.

A Revista Sentidos do Turismo, de caráter interdisciplinar, visa promover e estimular reflexões críticas sobre os significados, efeitos e contradições presentes nos processos turísticos. Processos esses, que resultam da indissociabilidade entre natureza, sociedade e trabalho, da diversidade de olhares, dos aspectos simbólicos inerentes ao “encontro com o outro” e das relações de poder e de consumo imbricadas nos espaços turísticos.

A revista é um periódico científico de publicação semestral (junho e novembro) e está voltado a acadêmicos e profissionais que se preocupam com uma compreensão mais apurada sobre o fenômeno turístico, em seus mais variados sentidos.

Além da publicação de artigos científicos, a revista conta também com espaços dedicados a entrevistas, relatos de experiências ousadas em turismo e olhares críticos sobre lugares turísticos, como forma de proporcionar uma maior interlocução e aproximação de outros saberes.

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevista

Este espaço da Revista Sentidos do Turismo é dedicado a entrevistas com profissionais, interlocutores de políticas públicas, gestores, empreendedores, lideranças e demais atores sociais, cujas experiências e visão crítica sobre o turismo são essenciais para uma compreensão mais aprofundada desse fenômeno.

Verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Ousar

A seção “Ousar” tem o objetivo de compartilhar iniciativas e experiências empreendedoras em turismo, que tenham se destacado pelo seu caráter inovador. Sem o rigor e as exigências de um texto em formato de artigo científico, esse espaço pretende reunir impressões e reflexões críticas sobre a complexidade, impactos e desafios inerentes aos processos de planejamento e desenvolvimento turístico. Esta seção aproxima o olhar de acadêmicos e profissionais, de maneira a contribuir para a ampliação do diálogo e, consequentemente, do conhecimento em turismo.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Olhares e Lugares

O turismo brasileiro vive momentos de grandes mudanças, em várias escalas, tanto institucionais quanto territoriais, mas cujas repercussões no nível do duro chão da realidade não são objeto de adequada divulgação. Quase sempre, as versões-marketing emolduram cenários bem diversos daqueles realmente vivenciados nos lugares, tanto pelos turistas quanto pelos atores responsáveis pela estruturação e dinâmica dos espaços turísticos. Esta seção se oferece como espaço de análise crítica de lugares onde o turismo afirma sua pretensão como parceiro do processo de desenvolvimento socioeconômico. O olhar lançado sobre a realidade turística de um desses lugares deve caminhar no sentido de desenhar um painel objetivo e isento, no qual potencialidades, limitações, iniciativas, bloqueios, forças, fraquezas, entre outros, se apresentam como parâmetros de compreensão da situação vigente e sirvam de exemplo para os profissionais da área.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas de Livros

Esta seção é destinada aos autores que desejam compartilhar seus olhares e impressões sobre obras de relevante interesse à compreensão do fenômeno turístico.

As Resenhas de Livros deverão conter até 10 (dez) páginas e seguir as normas de formatação de texto aplicadas aos artigos científicos.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A Revista Sentidos do Turismo adota o sistema de avaliação da produção científica conhecido como revisão pelos pares, ou sistema de arbitragem (em inglês, referee system ou peer review), que preserva a identidade tanto dos autores como dos pareceristas.

O texto submetido ao periódico será avaliado por dois pareceristas com nível de doutorado, em um prazo de 15 dias, contados a partir do recebimento do artigo.

Diretrizes para Submissão de Artigos Científicos

O Artigo é avaliado segundo critérios como:

  • Atendimento aos moldes de um trabalho científico
  • Correção, clareza e coerência de linguagem do texto
  • Adequação e qualidade das tabelas, gráficos e ilustrações
  • Relevância, atualidade e inovação do tema
  • Qualidade, atualidade e consistência do desenvolvimento teórico
  • Clareza e adequação dos procedimentos metodológicos adotados na pesquisa
  • Coerência e contribuições das análises e interpretações dos resultados
  • Contribuição científica e impacto do artigo.

 

Periodicidade

Semestral

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...