Análise multitemporal dos estágios de desenvolvimento da atividade turística e das mudanças no uso e ocupação do solo do distrito de Monte Verde (MG)

Laura M. G. Salles Bachi, Marcos Antonio Timbó Elmiro

Resumo


A atividade turística possui impactos notáveis do
ponto de vista social, ambiental e espacial. Os
estágios de seu desenvolvimento podem ser
identificados a partir do Modelo do Ciclo de Vida,
proposto por Butler em 1980, e melhor visualizados
sobre o território quando se recorre a métodos de
Sensoriamento Remoto na análise de mudanças no
uso e ocupação do solo. Com base nessa premissa,
tem-se como objetivo associar e analisar os estágios
de desenvolvimento da atividade turística aos
padrões de cobertura e uso do solo no distrito de
Monte Verde, especialmente na Vila Monte Verde,
pertencente ao município de Camanducaia,
localizado na região sul do estado de Minas Gerais.
Os resultados mostram o crescimento acelerado da
área urbana onde se concentram os equipamentos de
hospedagem e demais elementos da estrutura
turística, demonstrando que o território de Monte
Verde está no estágio de desenvolvimento, porém
com indícios do estágio de consolidação da atividade
turística.


Palavras-chave


Modelo do Ciclo de Vida das Destinações Turísticas, Uso e Ocupação do Solo, Monte Verde, Sensoriamento Remoto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


GEOgrafias: uma publicação do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia - IGC/UFMG