O não-moderno e a dialética na crise da modernidade: Uma visão sobre a perspectiva urbana de Lefebvre

Victor Augusto Campos Alves

Resumo


O presente trabalho busca trazer um amplo e
diferente espectro de análise da crise urbana. Este é
baseado na premissa de que o mundo atravessa
uma crise em seu modelo filosófico e também de
planejamento urbano. Baseado nessa premissa
apresenta-se que uma alteração completa no
comportamento de cidadãos e governos é
necessária. Construído sob uma matriz de
lefvbriana/marxista o trabalho aponta a urgência de
que se modifique não apenas as relações entre
pessoas e o Estado, mas principalmente entre esses
dois e o sistema capitalista. Seu principal objetivo é
problematizar a necessidade e a validade de uma
agenda específica de pesquisa que já ocorre em
alguns centros, mas que merece mais atenção por
todo o planeta.


Palavras-chave


Latour; Lefevbre; Crise Urbana; Crise moderna; não-moderno

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


GEOgrafias: uma publicação do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia - IGC/UFMG