IGC

Curso de Especialização em Georreferenciamento de Imóveis Rurais (CEGIR)

A oferta pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) do Curso de Especialização em Georreferenciamento de Imóveis Rurais (CEGIR) é uma proposta de ensino que vai ao encontro das necessidades apontadas pela Divisão de Capacitação e Avaliação Funcional do INCRA. O CEGIR é voltado para todos os profissionais com título de graduação plena, porém para o exercício de atividades delegada pela Decisão Normativa PL-2087/2.004 do CONFEA/CREA as modalidades são restritas. A atribuição será conferida desde que exista afinidade de habilitação com a modalidade de origem na graduação. Os profissionais serão habilitados para assumir a responsabilidade técnica dos serviços de determinação das coordenadas dos vértices definidores dos limites dos imóveis rurais para efeito do Cadastro Nacional de Imóveis Rurais.

O CEGIR é composto com uma matriz curricular com disciplinas de formação de base do conhecimento em Georreferenciamento, Cadastro Técnico Multifinalitário, Sistemas de Referências e Tratamento da Informação do Espaço Geográfico ofertadas no primeiro semestre. No segundo semestre integram disciplinas como Fundamentos em Direito Notarial e Metodologia de Pesquisa com o caráter de apoio à elaboração da monografia de final de curso. Além das 450 horas de aulas teóricas e práticas serão destinados horários de atendimento na forma de monitorias, que promovem tanto à consolidação do conhecimento obtido nas disciplinas como o apoio para o desenvolvimento das monografias de conclusão. Serão ofertadas 34 vagas. O arranjo das disciplinas é concentrado em três blocos: Coleta de dados espaciais, Gestão de dados espaciais e o Cadastro de Imóveis Rurais.
Para mais informações acesse
http://www.cursoseeventos.ufmg.br/CAE/DetalharCae.aspx?CAE=6664

Processo Seletivo

 

Apresentação

O programa enfatiza a aplicação do geoprocessamento, sensoriamento remoto e modelagem computacional para o estudo de sistemas ambientais, por serem sistemas com expressão territorial sob uma visão integrada das inter-relações entre seus componentes socioeconômicos, políticos, culturais, em meios físico e biótico.
O programa é marcado pela heterogeneidade do corpo docente e discente e pela sinergia entre diferentes áreas de conhecimento.
Sob o comitê de Ciências Ambientais da CAPES, o programa abre oportunidades para graduados em diversos campos do saber, como ecólogos, engenheiros ambientais, florestais, agrônomos, analistas de sistema, matemáticos computacionais, estatísticos, geógrafos, geólogos, arquitetos, biólogos, etc. Especial ênfase é dada às aplicações de Sensoriamento Remoto, Geoprocessamento, Análise Espacial e Modelos de Simulação Computacional em estudos de Gestão de Paisagem, Análise Urbana, Economia Ambiental, Planejamento Territorial, Ecologia de Paisagem, Interação Clima e Biosfera e Recursos Hídricos.

Escopo:
 O programa integra o conhecimento de docentes/pesquisadores que atuam nas seguintes áreas:
•   Pedologia, Física do sol e Indicadores de sustentabilidade em Agroecossistemas;
•   Ecologia de paisagem, métodos de simulação espacial, modelagem de sistemas;
•   Geografia da População, Migrações e Geografia Urbana e Regional;
•   Qualidade posicional e temática de dados espaciais;
•   Modelos Digitais de Elevação, Sensoriamento Remoto e Processamento de Imagens;
•   Geoprocessamento e caracterização e promoção do turismo auto-guiado;
•   História da Geologia e da Mineração em Minas Gerais;
•   Ecologia com ênfase no ordenamento, uso, e manejo da terra;
•   Estudo da história e práticas ligadas aos sistemas de monitoramento, controle do     desmatamento e no estabelecimento de crédito de carbono por desmatamento evitado;
•   Análise territorial, modelagem de sistemas dinâmicos e Desenvolvimento Econômico e Social;
•   Inteligência geográfica para planejamento de transportes;
•   Estudos hidrológicos;
•   Cartografia Digital, Educação Ambiental, Interpretação Ambiental, Disseminação e Ensino de Ciências, Preservação do Patrimônio Natural e Geoturismo.

Linhas de Pesquisa

  • MODELAGEM DE SISTEMA está orientada às técnicas de análise, representação e simulação da evolução espaço-temporal de sistemas ambientais.
  • GESTÃO DE PAISAGEM consiste na aplicação das técnicas de análise e de modelagem ambiental para avaliação de cenários de ordenamento/intervenção territorial e planejamento ambiental. 
  • ANÁLISE DE RECURSOS AMBIENTAIS é voltada ao mapeamento e análise de dados ambientais, sobretudo através do uso de sensoriamento remoto.


Essas linhas e os projetos de pesquisa que as compõem não são estanques, mas se relacionam intimamente, posto que um primeiro passo para a modelagem consiste no diagnóstico da situação ambiental através do mapeamento e análise de dados espaço-temporais, ou seja a análise de recursos ambientais. Já a modelagem em si mesma, enfoca as técnicas de construção de modelos, como o desenvolvimento de algoritmos de representação espaço-temporal (e.g. software Dinamica-EGO). Por fim, a modelagem de cenários prospectivos, aliada à atividade de monitoramento, consiste hoje, num instrumento fundamental às atividades de gestão territorial – ou seja gestão da paisagem, pois qualquer planejamento/intervenção ambiental que não considere o fator tempo está fadado ao insucesso. 

Essas linhas de pesquisa abrangem estudos em várias áreas, porquanto a modelagem ambiental requer uma abordagem multidisciplinar e transdisciplinar, haja vista que, dentro de uma visão moderna, o homem é considerado como agente co-evolucionário dos sistemas ambientais. Assim, estudos demográficos e econômicos substanciam análises e modelagem de sistemas ambientais, como também, são influenciados pelo arranjo dos elementos da paisagem, requerendo consequentemente o entendimento da influência dos aspectos biofísicos de um território nos processos socioeconômicos. Em relação à linha de gestão da paisagem, encontram-se os estudos em turismo sustentável, saneamento ambiental, planejamento urbano e regional. Para a análise de recursos ambientais, empregam-se o Sensoriamento Remoto, como a maior fonte de dados sobre a Terra, e o Sistema de Informações Geográficas para integração dos dados de diversas fontes e no desenvolvimento de análises espaciais e de modelos de representação de sistemas ambientais. Ainda, no tocante à linha de modelagem de sistema, os projetos de desenvolvimento de sistemas de simulação e processamento de imagens fornecem as ferramentas necessárias à implementação desses modelos, como no exemplo de modelos climáticos e de dinâmica de paisagem. 

Portanto, o conjunto instrumental do Geoprocessamento, de domínio amplo pelos docentes do curso, é visto como a plataforma integradora para estudos territoriais multidisciplinares e meio de abstração para a modelagem ambiental.  

Especial ênfase é dada às aplicações de Sensoriamento Remoto, Geoprocessamento, Análise Espacial e Modelos de Simulação Computacional em estudos de Gestão de Paisagem, Análise Urbana, Economia Ambiental, Planejamento Territorial, Ecologia de Paisagem, Interação Clima e Biosfera e Recursos Hídricos.  

Infraestrutura

Recursos disponíveis aos alunos do curso de Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais incluem:


Centro de Sensoriamento Remoto:
O Centro de Sensoriamento Remoto, instalado em 1997 no Instituto de Geociências da UFMG, desenvolve pesquisas e aplicações de Sensoriamento Remoto no levantamento de recursos naturais e estudos de problemas ambientais diversos, além de trabalhos nas áreas de Geoprocessamento e Cartografia Digital.

Laboratório de Topografia:
O laboratório de topografia conta com amplos recursos auxiliares da topografia analógica, entre os quais citamos expressivo número de teodolitos, estações totais (teodolitos eletrônicos), GPS Topográfico (diferencial), e de Navegação entre outros equipamentos.

Laboratório de Práticas Cartográficas e Geoprocessamento:
São duas salas, uma com uso prioritário à pesquisa, e outra com uso prioritário ao ensino. A sala de ensino, para cerca de 36 alunos, conta com recursos multimídias de sonorização, projetor multimídia e retroprojetor. Seus recursos de hardware são formados por 22 microcomputadores (sendo um de padrão de servidor), 1 scanner A3, 1 scanner A4 e 2 impressoras a jato de tinta.

Laboratório de Estudos Territoriais:
Há vários anos, o LESTE tem sido o esteio para programas acadêmicos que apoiam o desenvolvimento de atividades acadêmicas que contribuem para a formação discente e melhoria do ensino na graduação e na pós-graduação. São atividades estruturadas, onde pesquisa e ensino são conduzidos por equipes de alcance interdisciplinar, oferecendo aos alunos infraestrutura computacional, treinamento dirigido, banco de dados e oportunidade de discussão, reflexão e aprendizado sob trabalho cooperado.

Disciplinas

 


EMENTAS:

ANÁLISE E GESTÃO DE INTERVENÇÕES AMBIENTAIS

Ementa: Os geossistemas. O Ciclo Hidrológico no Meio Urbano. Política Nacional de Meio Ambiente. Gerenciamento dos recursos naturais. Principais sistemas de  abastecimento. Principais sistemas de esgotamento sanitário. Principais sistemas de destinação de resíduos sólidos. Tecnologia e monitoramento ambiental.

ESTÁGIO DOCENTE

Ementa: Estudo da prática e dos métodos pedagógicos aplicados ao ensino de modelagem ambiental. A prática docente supervisionada em sala de aula e laboratórios de disciplinas afins.

GEODIVERSIDADE

Ementa: Definição e Origem do Conceito. Valores e Ameaças. A Geodiversidade no Brasil. Conceitos de Patrimônio Geológico e Geossítios. Tipologias do Patrimônio Geológico. O Patrimônio Geológico como Patrimônio Natural. Usos do Patrimônio Geológico: Geoparques. A Rede Global de Geoparques.  Geoturismo. O Potencial Geoturístico no Brasil. A Geoconservação e os cuidados com o Patrimônio Geológico. Iniciativas e Estratégias de Geoconservação. Modelagem envolvendo Geodiversidade, Geoconservação e Geoturismo. Exemplos de aplicação.

GEOPROCESSAMENTO

Ementa: Bases conceituais e teóricas sobre os sistemas de informações geográficas (SIG). Métodos de abstração, conversão e estruturação nesse sistema computacional. Potencial das técnicas de Geoprocessamento para a representação de fenômenos e modelos ambientais relacionados a diversos campos de estudo. Instrumentalização de técnicas do Geoprocessamento para diversas aplicações levando em consideração os componentes do espaço geográfico.

GEOPROCESSAMENTO AVANÇADO

Ementa: Conceitos de ferramentas avançadas e de uso em geoprocessamento; Introdução à modelagem SIG e suas aplicações. Aplicações de modelagem SIG em meio ambiente. Aplicações de lógica fuzzy e regressão linear múltipla. Simulação na área de meio ambiente e aplicações em prevenção de incêndios. Seminários.

MODELAGEM E GOVERNANÇA: QUESTÕES SOCIAIS, EPISTEMOLÓGICAS E ONTOLÓGICAS

Ementa: Análise dos limites e implicações sociais dos modelos (teorias econômicas, sistemas de informação geográfico, sistemas especialistas e de pesquisa operacional aplicados) na governança, como foco em questões ambientais; Co-produção da ciência e sociedade; Aspectos ontológicos dos modelos; Aspectos epistemológicos dos modelos.

MODELAGEM DE SISTEMAS AMBIENTAIS

Ementa: Modelos, tipologias, grau de abstração e aplicações nas ciências da terra, ecologia, estudos urbanos e demográficos, dentre outras áreas.

MÉTODOS QUANTITATIVOS APLICADOS À ANÁLISE DE SISTEMAS AMBIENTAIS

Ementa:Métodos e procedimentos técnicos de utilização e tratamento de dados sociogeográficos de natureza quantitativa. Uso de técnicas estatísticas de aplicações espaciais, enfatizando-se as suas potencialidades e limitações. Introdução de análise empírica sobre banco de dados socioambientais, mediante tratamento estatístico computacional.

MÉTODOS QUANTITATIVOS AVANÇADOS

Ementa: Métodos e procedimentos técnicos e estatísticos de utilização e tratamento de dados socioambientais de natureza quantitativa. Uso de técnicas estatísticas de aplicações espaciais, enfatizando-se as suas potencialidades e limitações. Introdução aos métodos avançados de análise empírica sobre banco de dados territoriais, mediante tratamento computacional.

OFICINA DE MODELOS AMBIENTAIS

Ementa: Construção de modelos para o estudo de fenômenos e processos ambientais ou para a realização de projetos de planejamento/infra-estrutura e ordenamento territorial.

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS DA TERRA

Ementa: Técnicas e métodos avançados de tratamento de imagens aplicados ao levantamentos de recursos ambientais, mapeamento do uso e cobertura do solo e diagnóstico e monitoramento das atividades antrópicas e fenômenos naturais.

SENSORIAMENTO REMOTO

Ementa: Estudo da técnica de Sensoriamento Remoto, envolvendo as fases de aquisição das informações sobre a superfície terrestre até a análise e interpretação desses dados sob a forma digital ou analógica (fotografias aéreas e imagens orbitais). Inclui estudos de caso de SR aplicado a levantamentos de recursos ambientais, mapeamento do uso e cobertura do solo e diagnóstico e monitoramento das atividades antrópicas e fenômenos naturais.

TÓPICOS ESPECIAIS EM ANÁLISE E MODELAGEM DE SISTEMAS AMBIENTAIS

Ementa: Tópicos de interesse ao desenvolvimento e aplicação de modelagem de sistemas ambientais. Temas contemporâneos, necessidades regionais e contextos de aplicação.

 

Corpo Docente

Adriana Monteiro da Costa (Dra. UFLA, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Pedologia, levantamento e classificação de solos, física do solo, indicadores de sustentabilidade em agroecossistemas.
 
 
Britaldo Silveira Soares Filho (Dr. USP, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Modelagem de sistemas, ecologia de paisagem, métodos de simulação espacial, sensoriamento remoto e geoprocessamento aplicados a estudos ambientais.
 
 
Carlos Fernando Ferreira Lobo (Dr. UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Geografia Humana, notadamente em Geografia da População, Migrações e Geografia Urbana e Regional. 
 
 
Diego Rodrigues Macedo (Dr. UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Recursos hídricos, Geoecologia, Biomonitoramento, Análise espacial, Geotecnologias aplicadas ao planejamento urbano e ambiental.
 
 
Fernando Figueiredo Goulart (Dr. UnB, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Ecologia da paisagem, Biologia da Conservação, Ornitologia, Ecologia Humana, Modelagem Ambiental, Agroecologia, Sociologia Ambiental, Segurança Alimentar e Economia Ecológica.
 
 
Frederico Wagner de Azevedo Lopes (Dr. UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Recursos hídricos; Avaliação de impactos ambientais; Gestão ambiental, Manejo de bacias hidrográficas.
 
 
Marcelo Antônio Nero (Dr. USP, Brasil) 
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Qualidade posicional de dados espaciais e qualidade temática de dados espaciais.
 
 
Marcos Antônio Timbó Elmiro (Dr. INPE, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
Modelos Digitais de Elevação, Sensoriamento Remoto e Processamento de Imagens.
 
 
Maria Márcia Magela Machado (Dra., UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Geoprocessamento e Modelagem Computacional aplicados principalmente aos estudos da paisagem, geodiversidade e  difusão e conservação do patrimônio geológico.
 
 
Raoni Guerra Lucas Rajão (Dr. Lancaster University, Inglaterra) 
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Estudo da história e práticas ligadas aos sistemas de monitoramento do INPE no controle do desmatamento da Amazônia e no estabelecimento do REDD+.
 
 
Ricardo Alexandrino Garcia (Dr. UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
Análise territorial, modelagem de sistemas dinâmicos e Desenvolvimento Econômico e Social
 
 
Rodrigo Affonso de Albuquerque Nóbrega (Dr. UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Inteligência geográfica aplicada ao planejamento de transportes ;  geoprocessamento aplicado ao sistema de suporte a decisão ; estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental. 
 
 
Sónia Maria Carvalho Ribeiro (Dra. UEA, Inglaterra)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Ecologia da Paisagem, Desenvolvimento Rural Sustentado, Mapeamento de Serviços Ecossistêmicos, Produção Agrícola Sustentada e Serviços de Ecossistema Florestal.
 
 
Ubirajara de Oliveira (Dr. UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Biogeografia, macroecologia e modelagem espacial.
 
Úrsula Ruchkys de Azevedo (Dra. UFMG, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Cartografia Digital, Educação Ambiental, Interpretação Ambiental, Divulgação e Ensino de Ciências, Conservação do Patrimônio Natural e Geoturismo.
 
 
Professores Colaboradores:
 
 
Plínio da Costa Temba (Dr., UFSC, Brasil)
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Fotogrametria Digital, Cartografia Digital, Correlação Digital, Processamento Digital de Imagens, Tecnologia GNSS e Lasermetria.
 
 
 
 

Apresentação

                                       English                                              Español

O programa enfatiza a aplicação do geoprocessamento, sensoriamento remoto e modelagem computacional para o estudo de sistemas ambientais, por serem sistemas com expressão territorial sob uma visão integrada das inter-relações entre seus componentes socioeconômicos, políticos, culturais, em meios físico e biótico.
O programa é marcado pela heterogeneidade do corpo docente e discente e pela sinergia entre diferentes áreas de conhecimento.
Sob o comitê de Ciências Ambientais da CAPES, o programa abre oportunidades para graduados em diversos campos do saber, como ecólogos, engenheiros ambientais, florestais, agrônomos, analistas de sistema, matemáticos computacionais, estatísticos, geógrafos, geólogos, arquitetos, biólogos, etc. Especial ênfase é dada às aplicações de Sensoriamento Remoto, Geoprocessamento, Análise Espacial e Modelos de Simulação Computacional em estudos de Gestão de Paisagem, Análise Urbana, Economia Ambiental, Planejamento Territorial, Ecologia de Paisagem, Interação Clima e Biosfera e Recursos Hídricos.

Escopo:
 O programa integra o conhecimento de docentes/pesquisadores que atuam nas seguintes áreas:
•   Pedologia, Física do sol e Indicadores de sustentabilidade em Agroecossistemas;
•   Ecologia de paisagem, métodos de simulação espacial, modelagem de sistemas;
•   Geografia da População, Migrações e Geografia Urbana e Regional;
•   Qualidade posicional e temática de dados espaciais;
•   Modelos Digitais de Elevação, Sensoriamento Remoto e Processamento de Imagens;
•   Geoprocessamento e caracterização e promoção do turismo auto-guiado;
•   História da Geologia e da Mineração em Minas Gerais;
•   Ecologia com ênfase no ordenamento, uso, e manejo da terra;
•   Estudo da história e práticas ligadas aos sistemas de monitoramento, controle do     desmatamento e no estabelecimento de crédito de carbono por desmatamento evitado;
•   Análise territorial, modelagem de sistemas dinâmicos e Desenvolvimento Econômico e Social;
•   Inteligência geográfica para planejamento de transportes;
•   Estudos hidrológicos;
•   Cartografia Digital, Educação Ambiental, Interpretação Ambiental, Disseminação e Ensino de Ciências, Preservação do Patrimônio Natural e Geoturismo.

Colegiado

Coordenador:

Prof. Dr. Rodrigo Affonso de Albuquerque Nóbrega

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fone: (31) 3409.7512

 

Subcoordenadora:

Profa. Dra. Sónia Maria Carvalho Ribeiro

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fone: (31) 3409.7512

Defesas

Defesas de Dissertação/2014:

 

Seminários de Dissertação/2014:

Secretaria do Programa

Secretária:
Cora de Alvarenga Guimarães

Endereço:
Secretaria do Colegiado de Pós-graduação em
Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais
Instituto de Geociências/UFMG
Av. Antônio Carlos, 6627 - Bairro Pampulha
Caixa Postal 719
Belo Horizonte - MG
CEP 31270-901
Fone: (31) 3409-3793  
e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sala 3046

Horário de atendimento externo:
13 às 16 horas

IGC - Av. Antônio Carlos, 6.627 - Pampulha - CEP: 31270-901 Belo Horizonte - MG / Acesso restrito